Blog Mazer

Energia Solar, um mercado cada vez mais acessível e sustentável.

A geração de energia solar vem em uma crescente de investimentos em todo o planeta. Essa onda é fortemente sentida em grandes potências industrializadas, e o Brasil embora ainda não figure entre os 5 maiores geradores dessa fonte, começa a perceber as incontáveis vantagens na diversificação de sua matriz energética.

Crescimento de 1.153% na base instalada 

A crise hídrica de 2015 tornou o preço da energia brasileira mais cara e isso permitiu que a energia solar tivesse mais chances de se desenvolver. Somado a isso, o preço dos painéis baixou e a eficiência de geração dessas placas aumentou. Esses fatos tornaram o quadro geral da geração de energia solar mais atraente no Brasil.

Para se ter uma ideia, entramos em 2018 com quase 1,1 GW (Gigawatt) em instalações de energia solar, um crescimento de 1.153% em comparação com os 87,7 MW (Megawatts) registrados no final de 2016. Mas não para por aí, apenas no primeiro semestre de 2018 o Brasil alcançou a marca de 260 MW médios de geração fotovoltaica, quase 90 vezes a energia gerada no mesmo período em 2017. Esses dados comprovam o crescimento do setor, mas ainda não indicam um mercado saturado, pelo contrário!

A demanda por energia aumentará na mesma medida que o país cresce, e a economia não cresce não havendo energia disponível ou com custo desfavorável. Não é a toa que as duas maiores economias do mundo, Estados Unidos e China, são também os países com maior geração de energia solar no mundo. Temos a necessidade de diversificar a matriz energética brasileira, ainda muito dependente da geração de energia hídrica.

 

Matriz energética brasileira em 2018

 

O interessante é que nossa geografia nos favorece. Estudos mostram que mesmo nas regiões menos favorecidas de posição solar no Brasil ainda são melhores do que toda a área de países que figuram entre os principais geradores de energia solar no mundo, como a Alemanha por exemplo.

 

Mapa brasileiro de irradiação solar entre 1999 e 2015

Uma fonte de geração de empregos

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) estima que serão instalados geradores capazes de produzir mais de 3.000 MW de energia em 2018. Segundo o cálculo dessa associação, para cada MW, são criados de 25 a 30 postos de trabalho. Isso significaria dizer que só neste ano o Brasil poderá empregar mais de 75 mil pessoas em toda a cadeia de geração de energia solar.

Sustentabilidade

Este é o aspecto mais óbvio quando se trata de energia solar. Sem a emissão de gases, líquidos, sólidos ou qualquer tipo de poluentes durante seu processo de geração, esta é considerada a energia mais sustentável e limpa, ou tanto quanto a eólica.

Outro aspecto ambiental interessante é que esses sistemas não fazem ruídos, logo a geração acontece sem incomodar o morador, ou seus vizinhos em geradores residenciais, assim como os funcionários da empresa em sistemas industriais ou comerciais.

Quer saber mais sobre o mercado de energia solar inscreva-se em solar.mazer.com.br

Encontre sistemas de geração de energia solar na Mazer!

Tuise Ramos

comentários

*

Siga-nos

Facebook Instagram